Pão e Cerveja

No período da Quaresma a opção para bebedores pode ser a cerveja sem álcool

Cervejas sem álcool já foram muito ruins no gosto. No entanto, as produzidas hoje são bem mais saborosas e passam pelo crivo dos paladares mais exigentes.

Cervejas sem álcool são demanda no mercado atual

Dádiva é artesanal e é sem álcool

Cervejas sem álcool podem ser a opção de bebida para quem faz promessa neste período de quaresma. Muita gente suspende o uso de bebidas alcóolicas até a Páscoa em sinal de sacrifício.

Hoje em dia há várias cervejas sem álcool no mercado, com resultados sensoriais muito superiores aos encontrados no passado recente. Até uma década atrás havia uma ou duas marcas disponíveis, mas tinham sabor detestável.

Aposta do mercado

Grandes companhias, como Ambev, Heineken, Estrella Galícia têm apostado no produto zero álcool, diante da demanda maior por ele. Gestantes, atletas, diabéticos, pessoas em tratamento de saúde são o público-alvo e, ao que parece, atingido com sucesso.

A Heineken sem álcool é uma das apostas da companhia holandesa em 2020
Heineken 0.0 começa a ser vendida neste trimestre no Brasil

Algumas cervejarias artesanais também desenvolvem cervejas sem álcool diferenciadas, em estilos mais elaborados, como é o caso da Dádiva, de São Paulo, que colocou no mercado a sua Belgian Golden Ale, com teor de 0,5% de álcool, que pela legislação já pode ser considerada sem álcool.

Uma das cervejas sem álcool artesanais brasileiras, cujo sabor tem agradado bastante
Cerveja sem álcool artesanal

Outra cervejaria artesanal que produz cervejas sem álcool é a Província, de Santa Maria (RS), inclusive premiada por mais de uma vez nesta categoria no Concurso Brasileiro de Cervejas.

A Wals, cervejaria de Belo Horizonte pertencente ao grupo Ambev, lançou no fim de 2019, o rótulo Session Citra sem álcool, preservando as características sensoriais da cerveja original com álcool. Por ser bastante lupulada, o sabor residual de mosto fica disfarçado e um consumidor desavisado pode bebê-la e nem perceber que se trata de uma zero álcool.

Mais lupulada, a Session Free Wals é uma das sem álcool com muito sabor de cerveja
Wals Session Free é a versão da Citra sem álcool

Como são produzidas as sem álcool

Os métodos de produção das cervejas sem álcool podem ser vários. Alguns, considerados ultrapassados, como a fermentação interrompida ou a mostura em alta temperatura ( 80 graus) deixam um sabor muito ruim na bebida. Por exemplo, sabor de mosto, o caldo doce que se transforma em cerveja após a fermentação.

O método mais em evidência atualmente , com um resultado sensorial relativamente satisfatório, é o uso de leveduras cujas cepas produzem pouco álcool. No entanto, a cerveja apresentaria um certo teor alcóolico, ainda que baixíssimo, cerca de 0,5%.

Alguns mestres-cervejeiros, no entanto, concordam que o método de dealcolização à vácuo ganha em eficiência e em resultados sensoriais positivos. Porém, é um método que exige equipamentos especiais para sua realização, o que encarece o produto. Provavelmente é o utilizado pelas grandes indústrias na produção das zero álcool.

Confira as muitas opções

O importante em tudo isso é que hoje o mercado oferece várias opções para quem gosta de cerveja, portanto não consegue deixar de bebê-la, mas tem restrições a bebidas alcóolicas.

Confira a lista de algumas cervejas sem álcool, importadas e nacionais, disponíveis hoje no Brasil:

  • Erdinger Alkoholfrei
  • Itaipava 0,0%
  • Paulaner Heffe Weiss Alkoholfrei
  • Baltika Zero Álcool
  • Brahma 0,0%
  • Estrella Galícia 0,0%
  • Bavária 0,0%
  • Dádiva sem álcool Golden Ale
  • Wals Session Free
  • Leuven American Wheat
  • Leuven Fruit Beer
  • Província Sem Álcool
  • Província Fruit Beer sem Álcool ( feita à base de maçãs)
  • Heineken 0.0 ( começa a ser vendida neste trimestre)
  • Liber 0.0
  • Kunstman Alkoholfrei
A espanhola Estrella Galícia também aposta nas cervejas sem álcool
Outra opção de cerveja sem álcool no mercado

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.