Pão e Cerveja

Lista de Desejos

Começa agora a temporada de festas. E os amigos-ocultos da vida. E a troca de presentes no trabalho, entre a antiga turma de amigos do colégio, na família e por aí vai. Parece que todos somos Papai Noel e temos um pacote gigante nas costas para encher de presentes e distribuir ao mundo. Ô tempo mais altruísta esse do Natal… ou não… talvez um tempo mais consumista, em que a obrigação de presentear seja mais um ato de socialização do que de amizade. Seja lá como for, é duro escolher algo de que a pessoa que vai ganhar goste, mas que também traduz o que gostamos de dar. E aí entra a cerveja. Exceto nos casos de pessoas que não bebem, ou daquelas que ainda insistem em acreditar que cerveja é uma bebida fuleira, pode ser um presente bonito, saboroso e original dar um rótulo mais que especial. É claro que para ser legal tem de ser algo bem escolhido, não basta entrar no supermercado com oferta de “cervejas importadas” e comprar qualquer uma que se diga alemã , puro malte ou em conformidade com a lei da Baviera. Pesquise antes. Na internet há vários sites que fazem ranking das melhores cervejas para guiar o comprador indeciso. Ou preste atenção na listinha de desejos daqueles que já conhecem muitos rótulos e sabem bem o que querem ganhar.

Tenho um amigo, já o citei por aqui, o Ph.D em química Dan Teff, americano do Arizona, casado com uma mineira de Belo Horizonte. A cada ano, ele vem nos visitar pelo menos duas vezes. E nessas vindas costuma trazer presentinhos que enchem os olhos dos amigos, sedentos de novidades. Aqui também costumamos separar algumas novidades tupiniquins para presenteá-lo. E assim fazemos a festa. Pois nesta semana meu WhatsApp apita com a chegada de uma nova mensagem e quando abro dou de cara com a foto de um copo simplesmente sensacional (sim, todo cervejeiro que se preze é colecionador de copos), alusivo à série Game of Thrones (também já contei por aqui que sou fã dela). E a pergunta “Do you want?”. Simples e direto. Como dizer que não quero? A partir desse querer comecei a fazer uma listinha de desejos cervejeiros, na qual entram a bebida e artigos relacionados a ela, como camisetas, copos, abridores. Descobri que é até mais divertido preencher a lista do que efetivamente ganhar os itens. A graça é dar asas à sua imaginação e entender o que se deseja. Tente fazer uma e depois me conte quais foram suas escolhas para trocarmos impressões!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Líquido e Certo