Pão e Cerveja

504 anos de Reinheitsgebot, e daí?

Sinônimo de qualidade na cerveja, a Lei da Pureza da Bavária é interpretada com uma simplificação equivocada.

23 de abril é dia da Reinheitsgebot a Lei da Pureza da Baviera, que completa 504 anos em 2020. Na prática o que isso representa? Talvez, hoje, nada!

Água, malte, lúpulo e levedura são ingredientes obrigatórios da Reinheitsgebot.
Conceito de cervejas puro-malte são herança da Reinheitsgebot

Mas em 1516, data de sua promulgação, a lei fazia (e por séculos fez) sentido na região sul da Alemanha, onde de fato vigorou. A legislação, com motivações econômicas e sanitárias, pode ter sido a primeira lei de proteção do consumidor.

Ao decretar que toda cerveja contivesse somente água, malte e lúpulo ( a levedura só seria incluída três séculos depois), o Duque Guilherme IV, da Bavária, colocava fim à farra de se acrescentar todo tipo de erva, algumas alucinógenas, além de pedras, cal, gravetos e elementos pouco ortodoxos à cerveja.

Com isso, a lei não só protegia o consumidor, como também enfraquecia o poder da Igreja Católica, a maior senhora feudal, detentora das terras onde se produziam, então, as ervas amplamente utilizadas na produção da bebida.

Podemos dizer que a Reinheitsgebot foi um senhor golpe de estado daquela época! Os interesses político-econômicos que a motivaram, escamoteados de proteção às pessoas, mudaram o conceito de cerveja na Alemanha, e por que não dizer no mundo, ao elevar o lúpulo à condição de estrela cervejeira.

O lúpulo, incluído na lei como ingrediente obrigatório, logo se tornou objeto de um amplo comércio que se estabeleceu em toda a Europa, tendo sido taxado e sobretaxado em vários momentos da História.

Foi também por meio da Reinheitsgebot que chegou até os dias de hoje o conceito, bem errôneo por sinal, de que só a cerveja puro-malte tem qualidade. Lenda sobre a qual já discorri, por mais de uma vez, por aqui.

De qualquer forma, não se pode ignorar a importância histórica da Reinheitsgebot, que deixou um legado forte e enraizado sobre o conceito que se faz de cerveja em todo o mundo.

Para comemorar a data, aí sim, indico aquela puro-malte de sua preferência para um brinde. E, se tiver fé, inclua nesse brinde um Salve Jorge, ou Ogum Yê, padroeiro deste dia!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.