Pão e Cerveja

Vem aí mais uma edição da Copa Libertadores da Cerveja

Começa nesta semana mais uma edição da South Beer Cup, realizada anualmente na Argentina e no Brasil, os dois países se revezam como sede. Idealizada e coordenada pelo Centro de Cata Cervezas, de Buenos Aires, esta será a sétima edição do concurso, pioneiro na América Latina. A South Beer Cup, ou Copa Libertadores de Cerveza, como também é chamada,  foi se consolidando ao longo dos últimos sete anos e ter uma medalha conferida na competição é, sem dúvida, motivo para orgulho a qualquer cervejaria. O valor de uma medalha já foi assunto por aqui.

Eu tenho um carinho especial pela SBC, por ser juíza nela desde a segunda edição. Aprendi muito nas sessões de julgamento, compartilhadas com excelentes juízes de várias partes do mundo. Me lembro que em 2011, primeiro ano da competição realizada em Buenos Aires, estava presente não como juiza, mas como jornalista. Eu já tinha o programa Pão e Cerveja na Rádio CBN e pude cobrir o evento com aval da empresa. Não imaginava naquela época que no ano seguinte passaria a fazer parte do corpo de jurados.  É interessante pontuar o crescimento na qualidade da organização do concurso, que no passado foi criticado nesse quesito. Hoje ele segue os moldes da Brewers Association, responsável pelo maior concurso de cervejas do mundo, a World Beer Cup. E é incontestável o rigor e a lisura com os quais é realizado.

Como acontece desde a primeira edição, paralelamente ao concurso é realizado um congresso técnico, com várias conferências interessantes que podem auxiliar muito as cervejarias na melhoria de seus processos de produção. Neste ano serão tratados temas como as variedades de lúpulo argentino; agentes de contaminação em fábrica; desafios do mercado de cervejas artesanais; harmonizações com pratos típicos da gastronomia argentina e até os critérios e atributos perseguidos por nós juízes ao julgamos as cervejas inscritas em concursos.

Estão no páreo na SBC 7 mais de mil cervejas, inscritas por 180 cervejarias da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colombia, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai, nos permitindo conhecer o que vem sendo produzido na América Latina. Serão 45 juízes de diferentes países, sendo a comissão brasileira bem robusta.

O julgamento, bem como as conferências e a festa de premiação serão realizados em Mar del Plata, pela segunda vez ( em 2015 a cidade sediou o evento), contando com o apoio da Câmara de Cervejarias Artesanais de Mar del Plata.

Ao Brasil só resta desejar um resultado tão bom quanto o da SBC 6, com a maioria dos prêmios para nossas cervejarias. Aguardem, pois aqui mesmo no blog eu colocarei a lista dos vencedores tão logo saia o resultado.

Me siga também nas redes sociais

Facebook.com/paoecerveja

Twitter@paoecerveja

Instagram@fabiana.arreguy

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.