Novidades

Conheça Maniacs – a cervejaria que vai representar o Brasil na Feira Internacional da Indústria de Bebidas Inbibe Live 2022

As cervejas Maniacs, feitas em lote único e especial, levam para Londres um pouco da biodiversidade brasileira

A Maniacs Brewing Co, cervejaria de Curitiba, foi a escolhida pelo Ministério da Agricultura para representar o Brasil na Inbibe Live 2022, a partir deste dia 4 de julho, em Londres, na Inglaterra.

Para essa participação a Maniacs escolheu três rótulos fixos de seu portfólio: a APA Aloha, a Witbier e a IPA, todas envasadas em lata.

Mas não só os três rótulos fixos vão mostrar o trabalho da cervejaria lá fora.

A Maniacs criou outras duas cervejas, em lote limitadíssimo, para mostrar a diversidade do nosso Brasil.

Um deles é a Bahia Vanilla, um blonde feita com a Vanilla Bahiana, especiaria orgânica cultivada por produtores ligados à Cooperativa Cabruca, do sul da Bahia.

O outro rótulo especial é a Cacau Sour, produzida com o fruto orgânico vindo da mesma cooperativa.

De acordo com Iron Mendes, CEO da Maniacs Brewing, já era um desejo antigo trabalhar com ingredientes brasileiros de alta qualidade.

A escolha para participar da Inbibe Live foi a motivação para transformar o desejo em ação.

A cervejaria representará o país na feira internacional da indústria de bebidas, juntamente com outros produtores brasileiros, expoentes nos setores de destilados e demais bebidas alcoólicas.

“Levaremos nossos três principais produtos, IPA, Aloha e Wit, juntamente com os dois lançamentos Cacau Sour e Bahia Vanilla para Londres”, explica Iron.

“Acreditamos que o portfólio mesclando nossas cervejas já consagradas, com novos produtos que utilizam ingredientes regionais, será um bom cartão de visitas da Maniacs para o mercado de bebidas internacional”, complementa o empresário.

O planejamento da Maniacs prevê a expansão de seu mercado comprador para o exterior. A Inbibe Live pode ser a porta de entrada para isso.

Conheça a cervejaria

Além das especiais, Maniacs levará seus rótulos fixos para Londres

A Maniacs Brewing Co. iniciou suas atividades em 2016 com a proposta de produzir cervejas com personalidade, porém fáceis de beber, adequadas ao nosso clima e à nossa cultura gastronômica.

Desde seu lançamento tem na Maniacs IPA seu produto de maior destaque, referência em cerveja de qualidade e posicionamento de mercado.

Segundo o mestre-cervejeiro Rafael David, com passagem pela Bodebrown também de Curitiba, a IPA Maniacs tem um perfil cítrico e arrojado dos lúpulos utilizados, conquistando o paladar de novos consumidores, sem desagradar os paladares já iniciados.

Maniacs está presente em todos os estados do Brasil e há algumas semanas inaugurou mais um bar em São Paulo.

Com essa nova unidade, a cervejaria conta com três bares próprios – um em Curitiba, junto à fábrica e dois na capital paulistana: nos Jardins e em Moema.

Em Belo Horizonte, a loja De Birra Armazém, no Velho Mercado Novo, vende os rótulos consagrados do portfólio Maniacs, além de comercializar as cervejas Brooklyn, fabricadas no Brasil pela cervejaria curitibana.

No mesmo Mercado Novo, a Mureta Choperia inaugurou nesse fim de semana a torneira Fabiana Indica ( com minha curadoria) plugando o chope Brooklyn East IPA e a sazonal Maniacs Irish Red Ale.

Como a Maniacs virou fabricante da Brooklyn

Em agosto de 2018, a Brooklyn Brewery estabeleceu uma joint venture no Brasil para a produção e distribuição de suas cervejas por aqui.

A Brooklyn Brewery Brasil está sediada em Curitiba, mas tem equipe para atuar nas principais cidades do país.

A parceira nessa joint venture é a Maniacs Brewing Co., que nasceu da dissidência entre a antiga importadora e distribuidora da marca Brooklyn no Brasil.

A parceria, inicialmente, contava apenas com produção de Brooklyn Lager e Brooklyn East IPA em território brasileiro, mas o plano sempre foi expandir o portfólio de produções locais.

Atualmente 5 rótulos são produzidos no país: Brooklyn Lager, Brooklyn East IPA, Brooklyn The Stonewall Inn IPA, Brooklyn Defender e Brooklyn Sorachi Ace. Os três últimos são produções sazonais em chope.

As produções nacionais seguem um rígido processo de controle de qualidade.

Além da equipe de produção ter feito treinamento nos Estados Unidos na própria fábrica da Brooklyn Brewery, as instalações utilizadas para produção brasileira também foram visitadas pelo mestre-cervejeiro Garrett Oliver.

Todos os lotes produzidos no Brasil são levados para testes sensoriais e laboratoriais em Nova York antes de serem colocados à venda.

A Maniacs também é a fabricante oficial da Brooklyn no Brasil

Fabiana Arreguy

Posts Recentes

Ambev se junta a escolas cervejeiras do Brasil para capacitar pessoas Trans

Academia da Cerveja, Escola Superior de Cerveja e Malte e Instituto Ceres juntos pela inclusão…

% dias

Projeto Manipueira quer utilizar microorganismos presentes na mandioca para fermentar cervejas únicas e locais

A utilização do caldo da mandioca brava, o mesmo que origina o tucupi, é a…

% dias

Há uma Flor do Campo no asfalto de Santa Efigênia

A cervejaria tem agora o seu bar de fábrica em um bairro que se tornou…

% dias

Aberta a temporada de concursos cervejeiros nacionais e internacionais

Para o segundo semestre as cervejarias terão trabalho em enviar as amostras concorrentes em vários…

% dias

Fazenda Cervejeira faz colheita recorde de lúpulo em Belo Horizonte

O espaço, no bairro São Francisco, fez sua primeira colheita da safra de Saaz que…

% dias

Confira as novidades do mercado cervejeiro norte-americano vistas na World Beer Cup e Craft Brewer Conference

WBC, o maior concurso cervejeiro do planeta, que lançava tendências de dois em dois anos,…

% dias

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!