Pão e Cerveja

Backer traz cervejeiro da Bélgica para produzir sua nova linha especial

Joel Gally, Fabiana Arreguy e Sandro Duarte

Joel Gally, Fabiana Arreguy e Sandro Duarte

Joel Gally, Fabiana Arreguy e Sandro Duarte

Assim como fez há dois anos ao trazer da Califórnia a mestre-cervejeira Alex Nowell, da Three Weavers Brewing, para assinar as três cervejas da linha Las Mafiosas, a Backer repete o feito agora trazendo da Bélgica o cervejeiro Joel Gally, que vai assinar a nova linha especial da cervejaria, composta no primeiro momento por uma Dubbel e uma Tripel.

O jovem sueceo, de apenas 23 anos, é filho de uma homebrewer atuante na Suécia e de um vinicultor francês. Fazia cerveja em casa, como sua mãe, até que partiu para a Bélgica e pediu para ser treinado na Brasserie de La Senne. Há dois anos e meio ele é o mestre-cervejeiro de lá, provando que não estava brincando quando pediu para ser aceito pela cervejaria. Inovador, Joel Gally faz parte de uma nova geração de cervejeiros na Bélgica, que respeita os estilos centenários  adorados mundo afora, mas não se intimida em trazer novos pontos de vista para as cervejas que produz.

Ele passou uma semana em Belo Horizonte, onde fica a fábrica da Backer, e pode visitar várias cervejarias,  também participou do julgamento do concurso homebrewer do FICC, visitou a cidade histórica de Ouro Preto e fez uma incursão demorada pelo Mercado Central, um dos maiores cartões postais da capital mineira, para conhecer nossos temperos, ervas e frutas. Foi conferir de perto porque Minas Gerais tem sido chamada de ” Bélgica Brasileira”.

Eu estive na Backer nesta última terça-feira,  último dia de produção, e o Joel me deu uma entrevista em que fala das impressões sobre as cervejas que tomou por aqui, sobre os toques modernos que ele dá a velhos estilos em suas produções, sobre alguns estilos específicos e sobre as duas cervejas elaboradas para a cervejaria mineira. Sandro Duarte, o mestre-cervejeiro da Backer, também participou conosco. Confira esta entrevista por aqui

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários