Pão e Cerveja

Hofbräuhaus em BH inova e cria evento de cerveja-revelação

Cada vez mais a cerveja se mostra uma excelente companhia para todo e qualquer momento

Menino ou menina?

Cerveja rosa ou cerveja azul? Um dos canecos revela se é menina ou menino

Cerveja-revelação. Já viu ou foi convidado para uma?

Pois a HofbräuHaus em Belo Horizonte criou um evento assim. A tradicional cervejaria de Munique na capital mineira abriu suas portas para a festa de revelação do sexo do bebê de um dos sócios.

Sabe aquelas festas chamadas chá-revelação, cujo bolo ao ser partido revela a cor rosa ou a cor azul para associar a menina ou menino?

A mesma ideia já foi aplicada a balões a gás, que, ao serem estourados, derramam papeis coloridos, a pássaros coloridos em revoada e até fumaça rosa ou azul.

Mas cerveja? Eu nunca tinha visto até então

A tradição da keg tapping

Cerimônia tradicional, a Keg Tapping faz a inauguração de um barril com cervejas especiais
A torneira é martelada no barril para que a cerveja jorre pela primeira vez/ foto: Instagram HB

A cada estação, a HB BH promove a cerimônia do Keg Tapping. Em seu perfil de instagram a cervejaria explica:

“Keg Tapping é uma tradição secular alemã, que consiste na martelada da torneira em um barril inaugural de cerveja, simbolizando o lançamento de alguma edição especial.

Essa tradição se repete uma vez por mês na nossa matriz em Munique e em todas as filiais da HB espalhadas pelo mundo. “

Aproveitando, portanto, o Keg Tapping de novembro, inaugurou-se justamente o barril com a cerveja-revelação.

Como foi elaborada a cerveja-revelação

O mestre-cervejeiro da casa, Carlos Henrique Vasconcelos, recebeu um login do laboratório para acessar o resultado do exame feito para descoberta do sexo do bebê.

A cerveja-revelação foi tingida em segredo pelo mestre-cervejeiro e só durante a cerimônia do Keg Tapping os convidados ficaram sabendo qual era a cor.
A Helles tradicional da casa recebeu corante na cor alusiva ao sexo do bebê

De posse dele, CH tingiu a cerveja Helles tradicional da HB na cor referente ao sexo e a embarrilou. Tudo isso em segredo, sem que ninguém mais tivesse acesso à cor escolhida.

Pai e mãe deram a martelada inaugural do barril especial – ele segurando a torneira no barril e ela martelando a torneira para encravá-la na madeira, fazendo, assim, a cerveja-revelação jorrar.

E assim todos os convidados presentes souberam que o bebê é um menino: Os brindes na cor azul deram o tom do evento! Veja como foi por aqui

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.