Novidades

Há uma Flor do Campo no asfalto de Santa Efigênia

Galpão Flor do Campo é um novo espaço para beber cerveja artesanal e de qualidade em Belo Horizonte.

Instalado no número 449 da Rua Cel Otávio Diniz, em Santa Efigênia, o Brewpub pertence à cervejaria Flor do Campo.

O espaço foi construído especialmente para abrigar a Flor do Campo

É preciso contar a história dessa pequena cervejaria, pois foram muitos os tropeços no caminho antes de ter sua sede própria.

Como nasceu a Flor do Campo

Flor do Campo foi o nome dado por Gardênia Seabra à cerveja que ela produzia em panela, em seu sítio do distrito de Casabranca.

Fazer cerveja foi um hobby encontrado por Gardênia após sérios problemas de saúde.

Marido de Gardênia, o jornalista Eduardo Murta me procurou há cerca de 7 anos para um aconselhamento:

Deveria ele fazer um acordo de demissão voluntária no veículo de comunicação no qual trabalhava há duas décadas e aplicar o dinheiro para construir uma cervejaria?

Meu conselho na época foi um peremptório não.

Minha opinião era a de que ambos deveriam se aprofundar mais no conhecimento do mercado e, principalmente, da cerveja.

Acho que frustrei as expectativas de Murta, à época, pois as notícias que a mídia exaltava naquele momento eram a de que a produção de cerveja era um negócio bastante lucrativo. Ledo engano…

Ainda bem que o colega jornalista me ouviu. Gardênia foi fazer curso de Sommelier de Cerveja. Eduardo foi aprender a produzir. Ambos continuaram fazendo cerveja em panela e distribuindo o produto aos vizinhos.

E a flor cresceu e vingou…

Até que o casal investiu em um equipamento maior, uma cozinha cervejeira de verdade, tentando instalá-la em algum espaço com licença do MAPA para a produção.

Primeiro abraçou o projeto da cooperativa cervejeira ( que eu mesma anunciei por aqui), porém deu com os burros

n´água.

Transferiu seu equipamento para as instalações da cooperativa, mas a iniciativa nunca saiu do papel.

Sem conseguir produzir, com o equipamento parado, a Flor do Campo não tinha fonte de arrecadação para tentar uma outra via.

Foi então que conseguiram o espaço do bar de um amigo, que cederia as instalações para finalmente botar a fábrica para funcionar.

Com pandemia, fechamentos do comércio, o proprietário do imóvel onde o bar funcionava pediu o espaço de volta. Novamente a Flor do Campo estava sem casa.

Foi então que Eduardo e Gardênia decidiram juntar todos os recursos dos quais dispunham e construir, eles próprios, a tão sonhada sede.

Encontraram um terreno em Santa Efigênia, negociaram o aluguel por 10 anos e construíram do zero o Galpão Flor do Campo.

Cada detalhe do Galpão Flor do Campo foi especialmente pensado pela Gardênia, que além de cervejeira é a projetista do espaço

Ali, além da cervejaria, vai funcionar um bar-espaço cultural, onde exposições de arte, lançamentos de livros, apresentações musicais vão conviver com as cervejas e comidas produzidas no local.

Um belo espaço para se deixar ficar

Galpão Flor do Campo foi inaugurado há cerca de 30 dias.

Eu estive lá há duas semanas para conhecer. Amei o local, provei e aprovei as cervejas Flor do Campo e também as cervejas convidadas. Comi petiscos deliciosos.

Com uma decoração toda em branco, como uma tela à espera das mãos do artista, o bar é acolhedor e de muito bom gosto.

O antigo telefone foi doado por um vizinho que achou o Galpão Flor do Campo um espaço mais adequado para abrigar a raridade.

Objetos antigos garimpados e até dados de presente pela vizinhança ajudam a ornar os cantos e recantos.

Pequenas artes recicladas pela própria Gardênia estão nas mesas e paredes.

O quintal no andar de cima, de frente para a fábrica Flor do Campo, é um chamado para sentar e ficar a tarde toda jogando conversa fora e bebendo as cervejas servidas ontap diretamente da câmera fria.

A cervejaria fica de frente para o quintal, onde se pode sentar e beber ao ar livre

Bolinhos de feijão legítimos, feitos por um vizinho, compõem o cardápio, que conta com outras delícias como a língua ao molho ferrugem ou jiló empanado em parmesão.

Nas 10 torneiras se revezam rótulos Flor do Campo e de cervejarias convidadas

Ao lado, convivendo irmamente com as artesanais da Flor do Campo, um boteco tradicional, daqueles que só vendem a loura gelada mainstream. E está tudo bem!!!

Vale a pena conhecer o Galpão Flor do Campo. Mais um espaço gostoso em Santa Efigênia, que tem se transformado em um polo de pequenas cervejarias artesanais em BH.

As paredes são reservadas para artistas que quiserem expor suas obras

SERVIÇO

Galpão Flor do Campo

Endereço: Rua Coronel Otávio Diniz 449 – Santa Efigênia

Aberto de 4a-feira a sexta-feira – das 18 h às 24 h/ Sábado das 14 h às 24 h

Fabiana Arreguy

Posts Recentes

Conheça Maniacs – a cervejaria que vai representar o Brasil na Feira Internacional da Indústria de Bebidas Inbibe Live 2022

Maniacs Brewing Co, de Curitiba, tem 5 anos de existência e começa a se preparar…

% dias

Ambev se junta a escolas cervejeiras do Brasil para capacitar pessoas Trans

Academia da Cerveja, Escola Superior de Cerveja e Malte e Instituto Ceres juntos pela inclusão…

% dias

Projeto Manipueira quer utilizar microorganismos presentes na mandioca para fermentar cervejas únicas e locais

A utilização do caldo da mandioca brava, o mesmo que origina o tucupi, é a…

% dias

Aberta a temporada de concursos cervejeiros nacionais e internacionais

Para o segundo semestre as cervejarias terão trabalho em enviar as amostras concorrentes em vários…

% dias

Fazenda Cervejeira faz colheita recorde de lúpulo em Belo Horizonte

O espaço, no bairro São Francisco, fez sua primeira colheita da safra de Saaz que…

% dias

Confira as novidades do mercado cervejeiro norte-americano vistas na World Beer Cup e Craft Brewer Conference

WBC, o maior concurso cervejeiro do planeta, que lançava tendências de dois em dois anos,…

% dias

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!