Pão e Cerveja

Tendência em 2016

Uma modalidade de cerveja bastante cultuada nos Estados Unidos deve ser a tônica das novidades cervejeiras no Brasil em 2016. As wood & barrel aged, ou cervejas amadurecidas em madeira. Não que elas já não fossem encontradas por aqui. Há algum tempo, cervejarias como Backer, Wals, Ouropretana, Dama Bier e Bamberg mantêm no mercado rótulos em que o processo de armazenar a bebida em barris, anteriormente utilizados para maturação de vinho, cachaça ou uísque, é utilizado. O que estou dizendo é que neste ano, me parece, as cervejarias em geral vão voltar suas atenções para as barrel aged, assim como em 2015 as sours estiveram em alta.

É engraçado pensar que existe moda, tendência, na produção de cerveja. Mas isso é fato. Elas existem sim! Há cerca de cinco anos, vimos a explosão das IPAs , quando parecia ser vantagem exibir a preferência pelas mais amargas. Depois delas passamos para as russian imperial stout, um estilo difícil de se beber. Bastou que uma cervejaria ganhasse vários prêmios com uma receita inusitada nesse estilo para que aparecessem dezenas de rótulos no mercado. Assim foi com as azedas, as sours, que no ano passado figuraram com força no portfólio de várias cervejarias, ainda que o público, em sua maioria, rejeite esse tipo de cerveja.

Agora é a vez de as amadeiradas ganharem lugar. Algumas cervejarias estão lançando linhas de cervejas dedicadas a elas. O mais interessante é a brincadeira de se armazenar a mesma cerveja em barris de diferentes madeiras, o que modifica completamente o sabor da bebida. Eu, particularmente, gosto muito dessa modalidade, porque observar o que o tempo provoca numa cerveja maturada em barril é lindo de se ver e delicioso de se tomar. Na próxima vez que você vir algum rótulo exibindo as letrinhas BA ( barrel aged), dê mais atenção à cerveja em questão. Ela pode lhe proporcionar uma experiência gastronômica sem igual. E se for apenas moda, quando ela passar, que permaneçam no mercado somente as boas. O consumidor agradece!!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Líquido e Certo