Pão e Cerveja

Cervejas Wit, boa pedida para o calor

O calor intenso não deve dar trégua nas próximas estações. Já há vaticínios que teremos o verão mais quente das últimas décadas . Como é possível imaginar isso, se os termômetros na primavera marcam quase 40 graus? Imaginando ou não, a boa pedida é procurar tudo o que possa nos refrescar como, é claro, cerveja! A bebida não é preferência nacional a toa… o brasileiro sabe bem, por experiência, que ela geladona mata a sede como nada! Mas não é porque matar a sede é o objetivo que precisamos tomar sempre a mesma cerveja. Há outros estilos tão gostosos e refrescantes quanto as “ American Lager” de todo o planeta.

Uma cerveja que eu gosto muito de indicar para nosso clima, para esse calor doido, é a Wit. Wit é uma cerveja da Escola Belga. Na língua flamenga o nome quer dizer branca. Cerveja branca. Muitos interpretam que o nome seja um reflexo da aparência da bebida, às vezes leitosa, com coloração esbranquiçada. Mas na verdade o motivo é histórico, ligado ao uso do lúpulo. Até o período medieval a maioria das cervejas não continha esse ingrediente, que passou a ser obrigatório a partir da Lei da Pureza Alemã, promulgada em 1516 na região da Bavária. Independentemente da origem do nome, o estilo Wit tem tudo a ver com nosso clima. Feita com uma parcela de trigo não malteado, a cerveja é temperada com sementes de coentro e cascas de laranja, que trazem um cítrico muito interessante ao sabor. São cervejas leves, com bastante gás carbônico e de baixo teor alcóolico.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Líquido e Certo