Pão e Cerveja

Cerveja para a boa saúde!

E então me cai nas mãos a seguinte pauta: estudo de Harvard comprova que a cerveja tem a propriedade benéfica de aumentar os níveis do bom colesterol, o HDL, no sangue. Oras, para quem trabalha na área como eu, uma notícia dessas não pode passar em branco! Outro dia mesmo, lembrava aqui de meu pai, que fazia questão de sua cervejinha diária, em uma interpretação pessoal da autorização médica para ingerir uma lata vez ou outra. Pois não é que meu pai, mesmo sem saber, estava utilizando a bebida como deve ser?? É isso mesmo! Os estudos da conceituada universidade americana mostram que o fermentado de grãos tem um potencial antioxidante importante, capaz de aumentar os índices do HDL. Mas para que esse efeito possa ser sentido é necessária a ingestão diária de 700ml de cerveja . Essa é a medida para homens. A dose para mulheres é de 350ml, ou seja, uma lata para elas, duas para eles, todos os dias. Não vale guardar para o fim de semana todas as doses, isso é importante ressaltar, tomando 14 latas no sábado para garantir. Também não vale aumentar a dose achando que vai potencializar o efeito, tomando quatro latinhas diárias. O estudo é científico e comprova o benefício na medida indicada.

É claro que a esta hora você, que procurava uma justificativa para beber, deve estar comemorando a boa-nova. Muita calma! É preciso observar que pessoas com restrição ao álcool, seja por algum mal cardíaco, seja por fazer uso de medicamentos controlados, seja por ter casos de alcoolismo na família, não podem beber cerveja todos os dias. Isso seria um risco de desenvolver outros problemas muito mais sérios do que os níveis baixos de HDL no sangue. Os pesquisadores deixam claro que cerveja não é remédio, é um complemento alimentar que pode trazer tal benefício.

Outra orientação sobre a descoberta científica diz respeito ao teor alcoolico da cerveja a ser ingerida diariamente. A pesquisa foi feita com base na pielsen industrial, servida em qualquer parte do planeta, que tem em média 5% de álcool. Não se
refere a estilos mais robustos, que apresentam teor acima disso. Com a moda das chamadas " Session beers", cuja característica é justamente o baixo teor alcóolico, na casa dos 3%, é possível aproveitar os benefícios da pesquisa tomando cervejas diferentes, com muito sabor. A Wäls Citra é uma session deliciosa. Eu, com certeza, prefiro fazer uso dela para subir meus níveis de HDL!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Líquido e Certo